Entrevista: Marcus Vinícius




Eu sempre fui muito dedicado, organizado e compromissado com as minhas tarefas. Praticamente fui educado pela escola então o interesse por artes, história das civilizações, música. Tudo isso sempre me chamou atenção. Nas horas livres, eu ia ler enciclopédias conhecendo o mundo, os países e suas tradições, religiões e tudo o que mais me interessassem

1-Como começou o seu interesse pelo fantástico mundo da escrita?

Quando comecei a trabalhar, eu precisava fazer alguma coisa nas horas livres então começei a comprar um livro cada vez que recebia o salário. Eu gosto de aventura e fantasia então ía direto procurar livros que continham isso, seja na livraria ou na internet. Logo, o prazer por escrever tomou conta de mim. Quando frequentava a igreja, escrevia poemas religiosos e criava contos com personagens bíblicos.  

2- Todo escritor, normalmente é também um grande leitor. Conte-nos quem são seus autores favoritos? Algum deles inspirou a sua escrita?

Tenho muitops autores que gosto, mas selecionou para vocês aqueles que considero os melhores: S.L. Farrel, autor de O Trono do Sol. Este foi meu primeiro encontro com a literatura fantástica; Eduardo Spohr, autor da saga Filhos do Éden e A Batalha do Apocalipse; Raphael Draccon, autor da saga Dragões de Éter; Cassandra Clare, autora da saga Cidade dos Ossos; André Vianco, autor da trilogia Bento; Sarah Pinborough, autora da trilogia Encantadas. Quem inspirou minha escrita foi este último autor. Decidi escrever um conto de fadas voltado para o público adulto.

3- Qual foi o trecho do livro que você mais gostou de escrever?

Por me basear no conto de fadas A Bela Adormecida, o trecho que mais gostei de escrever foi a entrada da feiticeira gêmea  da que foi morta pelo príncipe que despertou a princesa do sono encantado.

4- Qual de seus personagens é o seu favorito ? Por que? O que ele significa para você?

O personagem favorito é o protagonista: o príncipe. Ele me representa. As pessoas dizem que muitas vezes colocamos no papel o que está no subconsciente e foi o que eu fiz com o próprio príncipe. Ele representa a minha liberdade sobre tudo pelo que já passei até agora.


5- Qual o significado do seu livro para você? o livro já mudou de alguma forma a sua vida?

Repuxando a resposta da questão anterior, o livro é o fruto de um esforço de muitos anos enfim realizado. Ele mudou a forma negativa que eu tinha da vida. Sou mais otimista agora.

6-Como se sente quando vê que as pessoas estão gostando do seu trabalho?

Feliz e realizado. é bom quando alguém lê um livro e pensa "conheço o autor".

7- Qual a emoção de ter seu primeiro livro publicado?

Quando eu cheguei em casa num dia do mês de janeiro e vi a caixa com os livros fiquei sem fala. Foi um sentimento indescritível. Outros escritores sabem com certeza do que eu estou falando.

8- Você tem alguma inspiração quando escreve ou tudo vai simplesmente surgindo?

Minha inspiração pode vir de filmes, fatos históricos e até mesmo de casos policiais. Me fixo em algo que interesso e logo começa a se formar uma trama na minha cabeça.

9- Qual seria sua maior "dica"para quem quer começar a escrever "Profissionalmente"? 

Esforce-se. Vão surgir muitas pedras no caminho. Saiba removê-las com classe.

10-Quais são os seus próximos planos literários? Tem algum projeto em andamento que possa revelar?

Meu próximo projeto será baseado sobre um dos eventos que mais chocou a história da humanidade e que ainda hoje tem várias revistas e documentários sobre o assunto: Nazismo. Uma inglesa chamada Sara Golden vai começar a estudar Arqueologia numa universidade de Portugal e fica sabendo de um grupo de ocultismo nazista "profetizando" sobre a volta do movimento e logo surge um homem misterioso que quer levantar um Quarto Reich. Essa simples estudante de arqueologia, dotada dos conhecimentos dados por seu pai, vai ter que impedir isso.

Muito obrigado novamente, por conceder essa entrevista. Agora para finalizar o espaço é todo seu: Deixe uma mensagem/recado para seus leitores.

Um recado para meus leitores: nos livros sempre tem algo com o que se aprender. Absorvam o que puderem e, quem sabe, possam se tornar escritores também. Muitas vezes, o talento está dentro de nós e não nos damos conta disso.

Para mais informações acesse:
Facebook: Aqui

9 comments

Teca Machado 28 de setembro de 2015 07:12

Que bacana a entrevista.
:)
Gostei da história do livro dele, não conhecia.
E gostei mais ainda do próximo projeto literário.
Todo sucesso do mundo para ele!

Beijoooos

www.casosacasoselivros.com

Joanderson Oliveira 28 de setembro de 2015 08:51

Oi Luan, tudo bem?
Que entrevista bacana. O Marcus passa muita segurança no que fala e isso é realmente um diferencial.

Grande abraço!

http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

Unknown 28 de setembro de 2015 15:45

Muito Culto e Inteligente estou ansioso em Ler...

Morar na Escuridão 15 de outubro de 2015 13:54

oi seja lá quem for pode me procurar no face e falar comigo para ter um exemplar https://www.facebook.com/profile.php?id=100010324249203

Morar na Escuridão 15 de outubro de 2015 13:55

obrigado pelo elogio joanderson segue o link da página no facebook sobre o livro https://www.facebook.com/O-Pr%C3%ADncipe-de-Marcus-Vin%C3%ADcius-1462975384024500/

Morar na Escuridão 15 de outubro de 2015 13:56

obrigado Teca! Desejo sucesso pra vc tb! segue o link da página no facebook sobre o livro e não se esqueça de me avisar pra adquirir um exemplar https://www.facebook.com/O-Pr%C3%ADncipe-de-Marcus-Vin%C3%ADcius-1462975384024500/

Chellot 9 de novembro de 2015 09:48

Gostei muito da entrevista. E já estou curiosa sobre o trabalho do autor. Marcus, desejo que muitos possam ter a oportunidade de ler o que escreve, pois isso que é ter sucesso.
Bjs doces.

Morar na Escuridão 17 de janeiro de 2016 00:18

obrigadi Cláudia! Também vou ler o seu livro......

Morar na Escuridão 17 de janeiro de 2016 00:18

obrigadi Cláudia! Também vou ler o seu livro......

Postar um comentário