Parceria: Cláudia Miqueloti


Cláudia Miqueloti, nasceu em 1973, na cidade de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro. Digitadora em uma instituição de ensino. Aos fins de semana, leciona Japonês para turmas kids. Escreve desde os 10 anos. É admiradora da Obra de J. R. R. Tolkien e apaixonada por Literatura Fantástica. Foi, por um tempo, jogadora assídua de RPG (Role Playing Games) e Magic the Gathering. Aprecia um bom Rock, j-pop e k-pop.
Em 2011, publicou o livro de poesias Labirinto do Sol e da Lua pela Edirota Litteris, sob o selo 4 Quártica Premium. O livro foi lançado na XV Bienal do Livro do Rio de Janeiro.
No momento está escrevendo um romance sobrenatural.
“O real e o fantástico são como dois polos de atração simultânea. A veracidade de um completa o imaginário do outro.”



A Deusa de Anília e Outras Histórias
ISBN-13: 9788537402818
Ano: 2015 / Páginas: 184
Idioma: português 
Editora: Litteris
Um terrível dragão aterroriza a ilha. Krisna Rimeriano precisará de toda sua determinação e coragem para salvar sua amada ilha e conquistar o coração do valente Negro.

A maldição de Gohran
A cidadela de Manarga vive sob uma maldição imposta pelo temível dragão Gohran. O jovem Menetto e seus companheiros precisam ser bem-sucedidos para que Manarga não desapareça.

Mielim e a harpa encantada
A harpa dourada foi roubada debaixo das orelhas pontudas dos Elfos de Lothuen. Bravos guerreiros saíram ao encalço do ladrão.

O inferno de Razhenda
O Reino de Razhenda foi devastado por Cormedhor de Austrúcia, um mago ensandecido que vem se utilizando de seres humanos como cobaias para suas experiências cruéis.

Tremaría e o gigante da montanha
Uma terrível e monumental criatura está aterrorizando os viajantes que precisam cruzar a Montanha do Vento Cortante. Kági, Dovan, Armando, Sáfio Liso e a doce barda Jocelyn precisam urgentemente de um trabalho, pois seus bolsos estão vazios.

"Quando os soldados olharam para o céu, esqueceram suas dúvidas ao constatarem a veracidade do comunicado de Krisna e Negro. Lá estava ele, todo pomposo, de asas abertas, com olhos vermelhos. Ferinos. Gigantesco, devendo pesar toneladas. Suas escamas variavam em tons de verde, preto e dourado. Tinha dezenas de pequenos chifres pontiagudos por toda a cabeça. A boca, repleta de dentes finos e alongados, escancarou-se deixando sair um jato de labaredas queimando tudo em uma área de 200 metros. Não houve tempo para pegar em armas. Apenas Krisna pode protegê-los."​



Para mais Informações acesse:
Site Oficial da Autora: Aqui

1 comment

Chellot 18 de setembro de 2015 17:21

Adorei. Obrigada. Que os deuses protejam o Febre de Livro. Krisna Rimeriano, a deusa de Anília já conjurou um encantamento de proteção. Bjs doces.

Postar um comentário