A Deusa de Anília e outras histórias


Sinopse: 

A Deusa de Anília
Um terrível dragão aterroriza a ilha. Krisna Rimeriano precisará de toda sua determinação e coragem para salvar sua amada ilha e conquistar o coração do valente Negro.

A Maldição de Gohran
A cidadela de Manarga vive sob uma maldição imposta pelo temível dragão Gohran. O jovem Menetto e seus companheiros precisam ser bem sucedidos para que Manarga não desapareça.

Mielim e a Harpa Encantada
A harpa dourada foi roubada, debaixo das orelhas pontudas dos Elfos de Lothuen. Bravos guerreiros saíram no encalço do ladrão.

O inferno de Razhenda
O Reino de Razhenda foi devastado por Cormedhor de Austrúcia, um mago ensandecido, que vem se utilizando de seres humanos como cobaias para suas experiências cruéis.

Tremaría e o Gigante da Montanha de Gelo
Uma terrível e monumental criatura, está aterrorizando os viajantes que precisam cruzar a Montanha do Vento Cortante. Kági, Dovan, Armando, Sáfio Liso e a doce barda Jocelyn precisam urgentemente de um trabalho, pois seus bolsos estão vazios. 



Resenha: 

Seres diferentes, "sobrenaturais", heróis, um livro encantador, delicado e extraordinário. A Deusa de Anília contém  cinco estórias cada uma com um ensinamento diferente, cada uma com sua simplicidade de encantar.

"A força de vontade pode salvar um homem da ruína, mas o medo corrompe sua alma e o atira no abismo" 

A DEUSA DE ANÍLIA


  Os mercadores tentavam salvar suas mercadorias no caos que tinha tomado conta. A tempestade arrasava tudo por onde passava, sem piedade.

  Enquanto isso, no penhasco dos raios, uma jovem de olhos e cabelos azulados tentava conter a fúria da tempestade, clamando aos deuses para que parassem de ferir sua terra e seu povo, valente,corajosa, Krisna uma mulher respeitada por todos. Após a tempestade Krisna começa a investigar, descobrindo que o causador de todo aquele caos era obra de seu inimigo o qual ela conheceu no passado.

A MALDIÇÃO DE GOHRAM

  Há muitos anos,a cidade de Manarga vivia sob uma maldição imposta pelo temível dragão vermelho Gohram. Essa maldição consistia no propósito de que ao completar verões , o filho primogênito de um casal seria acometido de uma loucura insânia que o levaria a morte.
Gohram era temido por todos, ainda que não abusasse de sua presença constante, ninguém saia ás ruas sem carregar consigo alguma proteção.
 Durante as reuniões gerais do conselho do oito, na qual participavam os representantes de cada logradouro de manarga, foi decidido por unanimidade que uma caravana composta por bravos homens seria enviada ao covil de Gohram.
  Uma viagem perigosa, com diferentes criaturas nunca antes vistas.


MIELIM E A HARPA ENCANTADA
  
Na floresta de Lothuen, onde o céu se esconde acima das copas dos gigantes carvalhos e o clima é jovem elfo,muito corajoso seu nome é Mielim, seu cabelo é da cor da palha,seus olhos são verdes, mudam de tonalidade a noite para quase negros.
 Um vivo cortou o ar frio da madrugada Mielim acordou assustado. Esperou até ouvir os ecos do primeiro vivo, seu coro ribombando em diversas. Os lobos haviam invadido a floresta. Desde que a harpa dourada fora colocada no alto do rochedo, Mielim nunca mais ouvira o som medonho daquelas terríveis criaturas.



O INFERNO DE RACHENDA

 O reino de Rachenda foi devastado por cormedhor de Áustria , um margo ensandecido que usa seres humanos como cobaias para suas experiências cruéis. A jovem princesa Melian foi raptada pelo mago.
  O Rei Dam hor convocou uma reunião com os poucos amigos leais que lhe sobraram. Quatro guerreiros foram escolhidos pelo rei para salvar a princesa, mas o maior dever deles seria o de destruir Cormedhor.


TREMARÍA E O GIGANTE DA MONTANHA DE GELO
  

 Era fácil se misturar  aos  transeuntes, ninguém reparou em cinco jovens que desembarcaram de um velho barco nem no alivio que seus olhos exprimiam quando se viram livres do velho capitão.
 Dovan, Káji,Sáfio,Armano e Jocelyn caminhavam pela cidade atentos ás conversas e ao movimento frenético do porto,num local afastado do centro da cidade alguns cavalos, charretes e homens se preparavam para deixar a cidade, ao se aproximarem dos viajantes os aventureiros sondaram com o guia da caravana informações sobre a mesma.

  Essa seria uma aventura  e tanto e apesar do pagamento ser pouco e duvidoso, eles teriam muito o que fazer para preencher seus dias e quem sabe não sairiam dessa com algo mais.





Um livro de leitura rápida com 183 páginas  com personagens muito bem trabalhados, a escrita da autora Cláudia Miqueloti é apaixonante, sem dúvidas, todo leitor deveria ter esse livro magnífico em sua estante.

Avaliação:



1 comment

Chellot 15 de março de 2016 11:45

Antes tarde do que nunca. Obrigada pelo apoio. Adorei a resenha e gostaria de te convidar para participar da Semana da Parceria Literária que está acontecendo agora no facebook.
https://www.facebook.com/events/581452282010248/
bjs

Postar um comentário