Entrevista: Leandro Andreo


Olá Maria Cecília, é um prazer falar com você. 

Bom, falando um pouco sobre mim, escrevo há muito tempo, desde os 17 anos. Sempre poesia. Comecei mostrando para pessoas mais próximas e fui tendo um retorno positivo, ao mesmo tempo que sempre me aprofundei no assunto para aprender técnicas de rima, métrica, ritmo, os elementos básicos e tradicionais da poesia, né? Assim, eu consegui uma maturidade poética bem bacana e passei a escrever cada vez melhor. Comecei então a enviar poemas para alguns concursos e tive trabalhos premiados, tanto em dinheiro quanto em publicações em antologias. Ver meus poemas publicados foi o ânimo que faltava, e em 2013 comecei a escrever o meu primeiro livro, Ivvi, publicado em 2014 pela editora Pandorga. Esse livro teve uma ótima repercussão nas redes sociais, levando em conta que eu era um autor estreante e foi uma grande conquista, que me levou a escrever o segundo livro, Muito Veneno e um Pouco de Lirismo, publicado em 2015 pela editora Kazuá. Além de poesia, escrevo também romances, contos e crônicas.

 Agora vou responder as perguntas, ok? 

1-O que seu livro significa para você? O livro já mudou de alguma forma a sua vida? 
Os meus livros significam tudo pra mim. É inevitável que publicar um livro mude a nossa vida. No meu caso, ter o meu trabalho apreciado, comprado, discutido, resenhado, foi a maior realização que tive na vida até o momento. Mesmo com todos as pedras no caminhos, não me arrependo de nada. Valeu muito a pena. 

2- Como se sente quando vê que as pessoas estão gostando do seu trabalho?
 Imensamente feliz. Todo mundo que escreve tem o sonho de ser lido e que as pessoas gostem do seu trabalho. Não existe isso de "escrevo só para mim". Então, quando vejo as pessoas falando bem dos meus poemas, eu fico contente e motivado pra escrever cada vez mais. 

3-Qual foi emoção de ter seu primeiro livro publicado?
Quando peguei o meu primeiro livro pela primeira vez, foi uma grande emoção para mim. Era um sonho de infância se realizando. Era também fruto de mais de um ano de trabalho escrevendo e reescrevendo aquele texto. Eu não tenho filhos, mas diria que é como uma emoção de ser pai. Pessoalmente, como eu disse antes, foi a maior realização da minha vida. E o segundo livro foi tão bom quanto o primeiro. A mesma emoção, a mesma realização.

 4-Qual seria sua maior "dica" para quem quer começar a escrever "Profissionalmente"? Bom,posso dar várias dicas. Revise muito o seu texto. Acho que é a principal dica que posso dar. A primeira versão é apenas 10% do trabalho. Você deve se dedicar ao texto, melhorar ele sempre, revisar efusivamente, arriscar, reescrever. Quem tem preguiça, não pode escrever em um nível profissional. Outra dica que dou: remeta seu livro a outros leitores e aceite as críticas que ele receber. Aproveite as críticas para melhorar, e não desanimar. Não acredite naquele que só faz elogios ao texto, busque quem possa dar uma opinião imparcial. Quanto mais críticas você receber antes de publicar, menos você vai receber quando publicar, entende? E se possível, contrate um serviço de leitor crítico. Por fim, jamais desista. O seu texto é o seu maior bem, e mesmo que o caminho seja tortuoso, vê-lo impresso e encadernado é uma sensação indescritível, que fará tudo valer a pena. 



5-Quais são os seus próximos planos literários? Tem algum projeto em andamento que possa revelar?
Jamais vou abandonar a poesia, mas tenho vontade de me aventurar na prosa. Então, meu projeto em andamento é um Romance que misturará prosa e poesia. É algo diferente, pioneiro, e acho que vocês vão gostar muito. Ele está em fase final já. Aliás, eu preciso de alguns beta leitores para opinar sobre essa versão rascunho, então quem estiver interessado pode me escrever: leandroandreo@hotmail.com 

Então foi essa a entrevista com o autor Leandro Andreo, espero que vocês tenham gostado!

5 comments

O Que Tem Na Nossa Estante 23 de novembro de 2016 17:06

Oiii Maria, tudo bem?/

Eu não conhecia o autor, mas adorei as respostas dele! parabéns pela entrevista!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Thay Freitas 25 de novembro de 2016 18:33

Oieee!!
Muito bom ver entrevista desse povo que tá começando <3
Muito sucesso pra ele!!

ps: Seu template é igual ao meu *.* rs

Bom final de semana
Beijinhos :*
Sankas Books

Tony Lucas 26 de novembro de 2016 07:45

Oi, Maria! Tudo bem? Não conhecia o autor, mas adorei conhecê-lo! Realmente, deve ser muito emocionante publicar um livro. Adorei a entrevista! :)

Abraço

http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

melissa moreira 28 de novembro de 2016 09:21

Amei conhecer um pouco mais dele, já peguei várias dicas também haha
Beijos ❤
JP

Desbravador de Mundos 29 de novembro de 2016 07:24

Olá!
Achei bem legal a entrevista e gostei de saber que o autor também pretende se aventurar na prosa. Isso com certeza fará com que ele expanda seu público.

Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de novembro. Serão dois vencedores, dividindo 3 livros.

Postar um comentário