Resenha: BRANCO

Autora: Priscila Baroni
Editora: Autografia
Páginas: 372

Lá ainda era a monarquia, a pequena aldeia era comandada pelo rei Matteo, que morava na Cidade Real, um homem sem compaixão e velho. 

Ouvia com nitidez vozes diferentes, veio parar no nada, não conhecia o lugar, era estranho para ela aquela floresta, então resolveu correr, não se livra-rá das vozes que adentrava em sua mente durante toda a viagem, indefesa e sozinha parou, sentia vultos se aproximando. Mais uma neonata veio parar nesse mundo de malucos, Alice.

 -Neonatas é o nome que damos para aqueles que acabaram de chegar, aqueles que. assim como você, acabaram de acordar nesse nosso mundo louco 

Alice não entendia, veio parar em uma floresta e estava a frente de pessoas que nunca viu antes, Theodore, Mandisa e Damian, estava confusa, não sabia o que estava acontecendo, não sabia quem seria ela, não sabia nem o seu nome, tentara se lembrar, mas, o que vinha em sua cabeça era apenas um borrão branco, sentia-se indefesa . Como conseguiria tantas respostas? será que seus novos amigos seriam capazes de ajuda-la? Uma pessoa estaria a sua procura, quem seria? A partir desse momento nada mais seria calmo naquela pequena aldeia. 

Tinhas sonhos, ou lembranças do seu passado, porém tudo desaparecia, ficava incrivelmente branco, um borrão branco. Criou um laço de amizade com os meninos, mas , não poderia ficar exposta, seria pega a qualquer momento, então seus novos amigos lhe deram um abrigo, eles moravam em um orfanato e lá tinha regras, iria ficar escondida, porém com um grande descuido fora vista.

O Sr. Nicolini era um homem de meia idade, possuía um rosto quadrado, e um corpo redondo, mas o que mais chamava atenção era o seu nariz pontudo e longo . Nicolini era gentil. Por conta do seu grande nariz volumoso apelidaram de Tucano. Inventou uma grande mentira, agora teria que tomar conta da menina.

Fizeram uma viagem, iriam conhecer a tão Cidade Real, lá era grande e tinha cores de tons fortes, divertiram muito, mas, em uma das tentativas de ajudar, Alice se mete na pior, estava realmente vivendo um pesadelo, não sabia se iria sair dali pelo menos viva, agora estava em uma cela ao lado de sua mais nova amiga, Ana. 

Ela agora jazia em uma poço vermelho vivo, flácida. Morta. 

Talvez seria só mais uma, cortariam a sua cabeça cedo ou tarde, então estava disposta a dar muito trabalho e causar problemas para aquele reino. Alice sofrera nas mãos das pessoas que á odiava e agora mais do que nunca ela os odiava. 

Será que após tantas brigas, confusões e mortes teremos um final feliz?


Eu adorei esse livro, gosto muito da pegada de leve do tempo antigo e em especial a fantasia. Priscila Baroni trouxe uma escrita gostosa, e de fácil entendimento, adorei como ela contou os fatos de forma detalhada.

A edição linda da editora Autografia me surpreendeu, foi assim como especial e de ótima qualidade, a capa linda e a diagramação incrível, adorei, e parabéns pelo trabalho!  

Branco foi um livro que gostei muito, recomendo á todos essa história, não é nada cansativo e com certeza vou ficar com novas e belas memórias. 

Lidos 2017: 11

Onde comprar: AQUI

2 comments

Priscila Candido Baroni 17 de março de 2017 07:46

Obrigada pela linda resenha! Fico muito feliz que tenha gostado.
Beijos.

O Que Tem Na Nossa Estante 18 de março de 2017 14:33

Oieee! Que capa linda, a edição realmente parece estar ótima. Que bom que foi uma boa leitura, gostei de saber mais sobre o livro, não conhecia a autora.

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Postar um comentário