Resenha: "Inclassificáveis"

Título: Inclassificável - Memórias da Estrada
Autor: Mel Fronckowiak
Editora: Rubra
Páginas: 96
Ano: 2013

Sinopse: A jovem artista de 25 anos é natural de Pelotas, no Rio Grande do Sul, e sempre nutriu o desejo de vivenciar a fundo a experiência de compartilhar sua escrita com outros olhos e 'ouvidos'. Uma apaixonada por palavras, estreia com 'Inclassificável', livro escrito durante a turnê do grupo 'Rebelde', do qual fez parte como atriz e cantora, desvelando cada cantinho do país. Seu registro sensível e fluído, não se pretende um diário de bordo, mas talvez uma elaboração da autora sobre a percepção das particularidades que re-significam toda essa experiência. Uma viagem por seu universo paralelo, repleto de densidades e teores de rima, mas sem comprometer a leveza que Mel traz consigo por estar realizando um sonho que perpassa, sem dúvida, pela contemplação e pelo reconhecimento da poesia cotidiana que é aventurar-se na vida.





Resenha:
A primeira frase do livro "Às vezes, neste meio, as pessoas acreditam que por estar na TV
ou ser famoso, a sua vida é perfeitamente feliz..." Resume bastante como é o livro,
a narrativa de Mel Fronckowiak que foi integrante da Banda Rebeldes Brasil, que durou 3 anos,  Ela conta como foi o inicio da banda suas viagens, seus primeiros shows,
 passando por diversas cidades onde ela cita seus pensamentos e sentimentos por onde passava.

Ela conta que ouviu que o texto dela era difícil de enquadrar nos padrões sem classificação alguma, Mais a Editora Rubra  pensou diferente e lançou o livro,
depois de ter lido este livro me pergunto, será que os livros precisam mesmo se 
enquadrar em algum padrão? fica a dica para vocês lerem e comentarem aqui!!!

Avaliação:

Postar um comentário